Pai Nosso | 02 de 07


Série Pai Nosso, Igreja Geração Profética, Igreja evangélica em Rio Verde

Conforme combinamos hoje iremos para a segunda reflexão sobre a oração do PAI NOSSO. Se você não leu o anterior clique na imagem abaixo:

Mateus 6.10 – 10 Venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu”

A) “Venha o teu reino”

Vivemos em nosso país um momento de instabilidade política e econômica. Muitas pessoas têm sofrido com a resseção econômica e assim veem seus compromissos financeiros acumularem, aumentando assim a inadimplência no país. Lamentável! Mas quando clamamos a Deus “venha o teu reino” na verdade estamos pedindo a Deus para que ele governe sobre nossas vidas. Deixamos de confiar num sistema humano falido e passamos a depender do melhor governo de todos, o governo de Deus. Vivendo assim o seu Reino. Romanos 14.17 –17 Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo”. Porém precisamos entender que os planos de Deus são diferentes dos nossos, na verdade são melhores e maiores. Deus quer que confiemos na sua maneira de agir em nossas vidas, o que nos leva a próxima frase.

B) “Faça-se a tua vontade”

Viver a vontade de Deus é confiar que Ele está no controle de todas as situações, quer elas sejam boas ou ruins. Alguns dos discípulos eram pescadores e já haviam enfrentado muitas tempestades. No entanto quando encontraram Jesus as tempestades não pararam. Mas não importava o quão forte fosse os ventos, ou a força das ondas, Jesus sempre estava lá, ao lado deles. Romanos 12.2 –2 [...] para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”. Viver a vontade de Deus tem dois pontos fundamentais: em primeiro lugar, iremos experimentar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus; em segundo lugar, para viver tudo isso, devemos obedecer a Deus.

C) “Assim na terra como no céu”

Nós devemos ser menos preocupados com a nossa condição física neste mundo e muito mais preocupados com a nossa condição espiritual. Pois será a nossa condição espiritual que garantirá nossa entrada no reino celestial. Porque no céu, ou na nova Jerusalém, segundo o livro de Apocalipse; não haverá choro; não haverá dor; não haverá tristeza; não haverá maldição. Ter os céus na terra é viver a plenitude da vontade de Deus. Então vamos tocar os céus com nossas orações para transformar a terra. 2 Crônicas 7.14 – 14 Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra”.

NÃO PERCA OS PRÓXIMOS! Se você foi tocado por Deus, compartilhe com seus amigos também.

#Reflexão #Meditação #SériePaiNosso

Destaques
Recentes